Ligeirão entre Santa Cândida e o Centro deve começar a circular ainda no primeiro semestre de 2018

09/02/2018 às 08:00. Comente esta notícia!

Solução para o transporte coletivo vai atender cerca de 36 mil passageiros por dia e reduzir pela metade o tempo de viagem entre o Santa Cândida e o Centro.

Linha Norte-Sul promete reduzir pela metade o tempo de viagem entre o Santa Cândida e a Praça do Japão. Foto: Cesar Brustolin/SMCS.

Linha Norte-Sul promete reduzir pela metade o tempo de viagem entre o Santa Cândida e a Praça do Japão. Foto: Cesar Brustolin/SMCS.

O projeto de linha de ‘Ligeirão’ unindo a região norte à sul de Curitiba vai começar a funcionar ainda no primeiro semestre de 2018, de acordo com a prefeitura. A implementação será em duas etapas, contemplando primeiro o trecho entre o Terminal do Santa Cândida e a Praça do Japão. Na segunda etapa, ainda sem previsão, a linha chegará ao Terminal do Pinherinho.

A solução para o transporte coletivo vai atender cerca de 36 mil passageiros por dia e reduzir pela metade o tempo de viagem do trecho. Se nos expressos normais o tempo de viagem entre o Santa Cândida e o Centro dura cerca de 40 minutos, a prefeitura garante que o trajeto será feito em 20, eliminando metade das paradas feitas pelos biarticulados comuns.

Cerca de 36 mil pessoas serão atendidas diariamente pela nova linha. Foto: Gerson Klaina.

Cerca de 36 mil pessoas serão atendidas diariamente pela nova linha. Foto: Gerson Klaina.

De acordo com o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), as intervenções necessárias para a implantação da linha são mínimas, restritas a área da Praça do Japão. Serão necessárias apenas duas aberturas nas divisões das canaletas exclusivas para ônibus, permitindo assim que o Ligeirão consiga fazer o retorno no local, compartilhando temporariamente a pista de veículos na Avenida Sete de Setembro e circundando a praça até retornar à via restrita para o transporte coletivo.

Conforme o Ippuc, outras obras não serão necessárias no trecho norte, já que o desalinhamento das estações tubo e a área para ultrapassagem dos veículos na canaleta já estão prontas. Porém, no trecho sul, tais obras ainda não foram realizadas, o que deve prorrogar a total implantação da linha Norte-Sul. A Prefeitura já teve aprovação da Caixa para conseguir os R$ 15 milhões necessários para a intervenção, e aguarda os trâmites legais para iniciar as obras.

O projeto para o funcionamento do primeiro trecho do Ligeirão Norte-Sul está em fase final de estudo pelo Ippuc e aguarda o detalhamento técnico, além da chegada dos veículos, para começar a circular.

Trajeto da linha Norte-Sul. Ilustração: Ippuc.

 Trajeto da linha Norte-Sul. Ilustração: Ippuc.