Esposa de Champignon confirma briga

A esposa de Champignon confirmou para a polícia que discutiu com o músico pouco antes dele ser encontrado morto na madrugada de segunda-feira (09) com um tiro na cabeça. O boletim de ocorrência registrou o caso como suicídio consumado.

De acordo com o G1, Claudia Campos deu um depoimento afirmando que eles saíram para jantar na noite de segunda-feira (09) com um casal de amigos, beberam duas garrafas de saquê e acabaram tendo uma discussão, mas ela não contou o motivo da briga. Ao telejornal SPTV, da Globo, o delegado-geral, Maurício Blazek, disse que o músico passava por problemas financeiros.

De acordo com o depoimento de Cláudia, ao chegar em casa Champignon foi até o quarto que usava como estúdio e se trancou. Ela disse aos policiais que o músico não permitiu que entrasse no cômodo, permanecendo atrás da porta. Ela ouviu dois disparos seguidos e a queda do corpo no chão.  A mulher gritou e correu para fora do apartamento, onde pediu ajuda ao vizinho. Ela disse à polícia que o marido não fazia uso de nenhuma droga.

Ainda segundo o G1, ao chegarem ao apartamento os policiais encontraram o músico deitado no chão. Eles constataram um ferimento no lado direito da cabeça e uma touca de cor preta e branca. A arma de fogo, uma pistola calibre 380 estava na mão direita da vítima, que mantinha o dedo fora do gatilho.

Claudia está grávida de cinco meses e teve que ser levada ao hospital em estado de choque, sendo liberada já pela manhã da segunda-feira (09).